top of page
  • Patrícia Schlindwein Sperotto

Licenciamento ambiental para aves e suínos: requisitos e impactos

Conheça o processo de licenciamento e os órgãos responsáveis pela obtenção das licenças ambientais. O licenciamento ambiental é um procedimento fundamental para garantir que empreendimentos e atividades que utilizam recursos ambientais, como a avicultura e suinocultura, sejam realizados de forma sustentável e responsável.





Esse processo, conduzido pelo órgão ambiental competente, autoriza a localização, instalação, ampliação e operação dessas atividades, consideradas potencialmente poluidoras ou capazes de causar degradação ambiental.


A avicultura e a suinocultura, apesar de serem importantes setores da agropecuária, podem impactar negativamente o meio ambiente se não forem adequadamente gerenciadas. A disposição inadequada dos resíduos gerados por essas criações, como esterco e dejetos, pode causar impactos sobre o solo, a água, o ar e a saúde das pessoas. Por esse motivo, é essencial que os produtores obtenham as licenças ambientais necessárias antes de iniciar suas operações.


Para conseguir as três licenças ambientais – prévia, de instalação e de operação – o produtor deve cumprir uma série de requisitos. Entre os aspectos avaliados estão a localização do empreendimento, os impactos ambientais previstos, os planos de controle e monitoramento ambiental, o manejo adequado dos resíduos gerados, entre outros.

O objetivo é garantir que as atividades sejam desenvolvidas de forma sustentável, minimizando seus impactos ambientais.


Os órgãos responsáveis pela verificação desses requisitos e pela emissão das licenças ambientais são o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA), os órgãos de Meio Ambiente dos Estados e do Distrito Federal, e os órgãos municipais de Meio Ambiente.


Cabe ao produtor buscar o licenciamento junto ao órgão competente de acordo com a sua localização geográfica.


As licenças ambientais têm prazo de validade, e é importante que o produtor esteja ciente desses prazos para evitar infrações. Para renovar a licença, o produtor precisa atender às exigências estabelecidas pelo órgão ambiental, como apresentar relatórios de monitoramento ambiental, comprovar a adoção de medidas mitigadoras e demonstrar a conformidade com as normas ambientais vigentes.


No processo de licenciamento ambiental para aves e suínos, diversas leis e regulamentações devem ser cumpridas, entre elas o Código Florestal. Esse código estabelece diretrizes para a proteção e preservação das áreas de vegetação nativa, incluindo as áreas de reserva legal e de preservação permanente.


O cumprimento dessas exigências é fundamental para a obtenção das licenças ambientais.

Portanto, o licenciamento ambiental é um passo crucial para garantir que a avicultura e suinocultura sejam desenvolvidas de forma sustentável e em conformidade com as normas ambientais.


Ao cumprir os requisitos e obter as licenças necessárias, os produtores contribuem para a preservação do meio ambiente e asseguram a saúde e qualidade de vida das comunidades ao redor desses empreendimentos.


fonte: https://www.canalrural.com.br/noticias/pecuaria/licenciamento-ambiental-para-aves-e-suinos-requisitos-e-impactos/


4 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page