top of page
  • Agronotícias

Exportação de carne brasileira deve superar média global


Do Canal Rural



As exportações brasileiras de carne bovina devem crescer acima da média mundial em 2023. O Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) estima que a indústria nacional comercialize no exterior 3,5% a mais do que o volume de 2022. A saber, o volume do ano passado foi de 2,345 milhões de toneladas.


Para o USDA, as exportações globais de carne bovina como um todo crescerão somente 0,5% ao decorrer deste ano. Ou seja, o Brasil será, de acordo com a estimativa do órgão norte-americano, um destaque positivo em 2023 no quesito produção e embarques da proteína animal.

Executivo da Associação Brasileira de Inseminação Artificial (Asbia), Cristiano Botelho destaca que “essa projeção mostra o potencial da carne brasileira em sua missão de alimentar o planeta”.

“Reflete o empenho dos nossos pecuaristas no investimento em tecnologias” — Cristiano Botelho

Além disso, Botelho valoriza o trabalho dos profissionais da pecuária de corte do país. “Mais do que isso, reflete o empenho dos nossos pecuaristas no investimento em tecnologias, como a genética de qualidade, que possibilitam aumentar a produtividade e eficiência.”


Com o resultado estimado pelo USDA, o Brasil passará a representar 24,60% da exportação global de carne bovina. Dessa forma, o país vai se consolidar ainda mais como um dos principais fornecedores da proteína em todo o planeta, ressalta a equipe da Asbia.


4 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page